Olá, sejam bem vindos.

Aqui você encontrará informações interessantes sobre diabetes.
Para você que tem ou conhece alguém que tenha, seja bem vindo em utilizar este veículo de informações.
Dicas de saúde, receitas, produtos e muito mais.
Faça parte deste grupo, siga-nos para uma vida mais gostosa.

"Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. É agradecer a DEUS a cada minuto pelo milagre da vida" (Fernando Pessoa)

27 de jul de 2011

A soja ajuda a emagrecer e controlar a diabetes

A soja ajuda a emagrecer e controlar a diabetes

Ícone de uma alimentação balanceada, a soja deixou o berço chinês para abraçar o mundo. Respeitada pela ciência, ela ganha um espaço cada vez maior no prato do brasileiro. E, agora, novas pesquisas sedimentam seu papel contra as epidemias do nosso milênio, como a obesidade, o diabete e o câncer

por Diogo Sponchiato, de Santiago, no Chile
fotos Alex Silva


Foi-se o tempo em que a leguminosa era venerada apenas no Oriente e parecia uma exclusividade do cardápio vegetariano. Os limites geográficos do seu cultivo se expandiram, os centros de estudo se empenharam em decifrar suas dádivas à saúde e, de olho numa vida longa, os ocidentais passaram a incluí-la na dieta. Ainda há quem torça o nariz ao experimentar o grão in natura, mas ninguém pode negar sua vocação de protetor do organismo. E a indústria, antenada à tendência, multiplica as.....

Um aliado contra a diabetes e o derrame

Um aliado contra a diabetes e o derrame

A ciência prova que rechear o prato com alimentos ricos em potássio ajuda a prevenir o tipo 2 da doença e o temível acidente vascular cerebral.

LÚCIA NASCIMENTO


Se você descobrisse que tem propensão ao diabete, o que mudaria na sua alimentação? Dá para arriscar que 99% das pessoas focariam o pensamento em reduzir o consumo de doces e acrescentariam o adoçante à lista de compras. Só que controlar a ingestão de carboidratos, apesar de ser uma atitude ......

Amaranto Anticolesterol

Amaranto Anticolesterol

A semente merece muito mais do que 15 minutos de fama, já que é capaz de derrubar a gordura que entope as artérias. Foi o que comprovou um estudo brasileiro

por Caroline Randmer foto Dercílio

O grão símbolo da culinária dos incas, povo pré-colombiano que habitava o Peru, agora é a mais nova opção para quem quer afastar o perigo da aterosclerose sem perder o prazer à mesa. Trata-se do amaranto, uma semente conhecida como feijão dos Andes e que é uma verdadeira aliada no ....... 


(saiba mais http://diabetes-santos.blogspot.com/p/reportagens.html  )

10 de jun de 2011

Curso de Qualificação para Profissionais de Saúde em Educação em Diabetes

Educando Educadores - Santos 

(09/06/2011)

A ADJ Diabetes Brasil está realizando a 14ª edição do Curso de Qualificação para Profissionais de Saúde em Educação em Diabetes, que é parte do projeto Educando Educadores junto com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Nesta edição, ocorrida no Hotel Parque Balneário, em Santos, o curso conta com a participação de 37 pessoas, entre nutricionistas, médico, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos, educadores físicos.

No primeiro dia, após a abertura, houve a dinâmica que consistiu na integração dos participantes. Após esta etapa, a palestra realizada pela psicóloga e coordenadora do Educando Educadores, Graça Camara, abordou os conceitos fundamentais sobre educação em diabetes, com o propósito de levar uma reflexão sobre o papel dos profissionais de saúde para auxiliar as pessoas com diabetes.
Já no dia seguinte, a endocrinologista Denise Ludovico, relatou informações sobre diabetes tipo 1, envolvendo sintomas, cetoacidose, o papel da família no sucesso do tratamento. Em seguida, a nutricionista Maristela Bassi incentivou os participantes a realizarem um plano alimentar com uma paciente com diabetes. O educador físico Emerson Bisan foi o palestrante seguinte que falou sobre benefícios da atividade física para pessoas com diabetes tipo 1.
Ainda no período da manhã, Dra Denise Ludovico comentou sobre a atuação das insulinas disponíveis no mercado, as metas de glicemia de cada paciente, contagem de carboidrato, complicações agudas. Houve uma dinâmica que consistiu em uma simulação de atendimento com os participantes divididos em três grupos.
Já na parte da tarde, houve encerramento com duas oficinas. A primeira delas consistiu em discutir contagem de carboidrato, fórmula de correção da glicemia, quando o paciente estiver com hipo e hiperglicemia. Já a outra dinâmica, contou com uma dramatização sobre transporte, conservação de insulina, conceito do fator de sensibilidade, entre outros temas.
Segundo Marla Gomes Carriti, enfermeira do Centro de Saúde do Bairro Centro da Prefeitura de Campinas, “esta iniciativa proporcionará desenvolver habilidades por meio do conteúdo e da troca de experiências entre os participantes a fim de implementar que auxiliem o grupo de diabetes que atendemos em Campinas”.
Autor: Vanessa Pirolo - Jornalista
Fonte: ADJ Diabetes Brasil

23 de mai de 2011

Yacon - alimento ou remédio?
Por: Rose Aielo Blanco*



É interessante observar as duas facetas desta planta: trata-se de um alimento, 
mas sua fama é maior mesmo como medicinal

Até meados dos anos 80, o yacon (Smallanthus sonchifolius) era uma planta praticamente desconhecida no Brasil. Parente distante do girassol, com aparência de batata-doce, textura e sabor semelhantes aos da pêra, começou a ...............


(Saiba mais: http://diabetes-santos.blogspot.com/p/reportagens.html)

4 de mai de 2011

Inverno chegando, previna-se....de olho na Vacina

Olá.


O friozinho está se aproximando cada vez mais. Nesta época devemos ter cuidado com locais fechados, aglomerados, e se proteger das brisas geladas do Outono.
Estava lendo uma reportagem sobre as Vacinas para quem tem Diabetes. Achei interessante e na época certa para tais informações.
Segue a reportagem:




A vacinação é um dos métodos mais valiosos para a prevenção de doenças infecciosas. As vacinas estimulam o sistema imunológico a produzir anticorpos contra vírus ou bactérias, protegendo o indivíduo de determinadas doenças.
Os pacientes portadores de diabetes (tipo1 ou tipo 2) podem apresentar anormalidades no sistema imunológico que os predispõem a apresentar infecções mais graves. Ao mesmo tempo, os diabéticos em geral apresentam um sistema imunológico que responde apropriadamente ao estímulo com as vacinas.
Inúmeras associações médicas apontam para a importância de vacinação que protege contra a gripe (Influenza) e contra o pneumococo em pacientes com diabetes.
Segundo a Sociedade Americana de Diabetes, a vacinação contra gripe e pneumococo tem o potencial de reduzir significativamente a morbidade e a mortalidade secundárias a essas infecções nos pacientes com diabetes. Por essa razão, sugere que a vacina que protege contra a gripe (Influenza) seja realizada anualmente em todos os pacientes com diabetes com mais de seis meses de idade. Por se tratar de uma doença que se transmite de pessoa para pessoa, recomenda-se que os familiares dos diabéticos também sejam vacinados.
Streptococcus pneumoniae, ou pneumococo, é uma bactéria que causa várias doenças, algumas simples como otite e sinusite, e outras graves como pneumonia, meningite e septicemia. Existem mais de 90 tipos diferentes de pneumococos. Essa bactéria pode estar presente na mucosa nasal e na garganta dos indivíduos saudáveis. Porém, por motivo desconhecido, pode invadir o organismo, causando infecções graves.
A transmissão dessa bactéria se dá por meio de gotículas de saliva e ocorre mais nos meses de inverno e início da primavera, geralmente associada a aglomerações. Os pacientes com diabetes são considerados "de risco" para essas infecções. A vacinação promove uma redução das formas mais graves da doença em diabéticos. É sugerida uma reaplicação da vacina em pacientes com mais de 65 anos que tenham sido previamente vacinados em um período maior que cinco anos.
Resumo das recomendações de vacinação em pacientes com diabetes:

• Gripe (influenza): anualmente, para todos os diabéticos maiores que seis meses de idade;
• Pneumococo: uma vez para todos os diabéticos. Uma segunda dose deve ser oferecida para pacientes com mais de 65 anos que tenham recebido a primeira dose há cinco anos ou mais. Também pode ser útil uma segunda dose naqueles pacientes com insuficiência renal ou outras condições que cursam com comprometimento do sistema imunológico (após transplante de órgão, por exemplo).
Autor: Dr. André Fernandes Reis

Fonte:
-
 Influenza and pneumococcal immunization in diabetes. Diabetes Care 27:S111-S113, 2004.


Esta reportagem foi tirada do site http://www.portaldiabetes.com.br


20 de abr de 2011

Ovos de Páscoa

Ovos de Páscoa

14º Curso de Qualificação em Educação em Diabetes

14º Curso de Qualificação em Educação em Diabetes

Páscoa....quanta tentação!!!

Estamos à alguns dias da Páscoa e muita gente se pergunta o que comprar para pessoas que tem diabetes, principalmente crianças.



Hoje em dia o mercado de produtos diets está crescendo muito. Podemos encontrar inúmeras ofertas desde bombons até um ovo de Páscoa. São diversas marcas espalhadas pelo Brasil a fora.






Hoje recebi uma reportagem da Folha de São Paulo, do dia 28/03. Nela constam algumas marcas de ovos de Páscoa Diet. Segue o link http://www1.folha.uol.com.br/folha/comida/ult10005u711919.shtml


Em um outro blog "Viver com Diabetes", peguei algumas dicas da blogueira Luciana Oncken. Ela cita algumas marcas de ovos diets, são elas: Pan; Day by Diet; Cacau Show; Kopenhagen; Chocolab; Ofner e Chocolate Du Jour. Adorei as dicas.






Agora, para aquelas pessoas que não gostam de chocolates (isso é bem difícil de acreditar que existam), existem várias idéias criativas para presentear a Páscoa. Cestas de doces diets, com coelhinhos, pode-se colocar porta retrato dentro, várias opções.








Quem disse que Páscoa é sinônimo de chocolate?




L.M.N

Ocorreu um erro neste gadget