Olá, sejam bem vindos.

Aqui você encontrará informações interessantes sobre diabetes.
Para você que tem ou conhece alguém que tenha, seja bem vindo em utilizar este veículo de informações.
Dicas de saúde, receitas, produtos e muito mais.
Faça parte deste grupo, siga-nos para uma vida mais gostosa.

"Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. É agradecer a DEUS a cada minuto pelo milagre da vida" (Fernando Pessoa)

23 de mai de 2011

Yacon - alimento ou remédio?
Por: Rose Aielo Blanco*



É interessante observar as duas facetas desta planta: trata-se de um alimento, 
mas sua fama é maior mesmo como medicinal

Até meados dos anos 80, o yacon (Smallanthus sonchifolius) era uma planta praticamente desconhecida no Brasil. Parente distante do girassol, com aparência de batata-doce, textura e sabor semelhantes aos da pêra, começou a ...............


(Saiba mais: http://diabetes-santos.blogspot.com/p/reportagens.html)

4 de mai de 2011

Inverno chegando, previna-se....de olho na Vacina

Olá.


O friozinho está se aproximando cada vez mais. Nesta época devemos ter cuidado com locais fechados, aglomerados, e se proteger das brisas geladas do Outono.
Estava lendo uma reportagem sobre as Vacinas para quem tem Diabetes. Achei interessante e na época certa para tais informações.
Segue a reportagem:




A vacinação é um dos métodos mais valiosos para a prevenção de doenças infecciosas. As vacinas estimulam o sistema imunológico a produzir anticorpos contra vírus ou bactérias, protegendo o indivíduo de determinadas doenças.
Os pacientes portadores de diabetes (tipo1 ou tipo 2) podem apresentar anormalidades no sistema imunológico que os predispõem a apresentar infecções mais graves. Ao mesmo tempo, os diabéticos em geral apresentam um sistema imunológico que responde apropriadamente ao estímulo com as vacinas.
Inúmeras associações médicas apontam para a importância de vacinação que protege contra a gripe (Influenza) e contra o pneumococo em pacientes com diabetes.
Segundo a Sociedade Americana de Diabetes, a vacinação contra gripe e pneumococo tem o potencial de reduzir significativamente a morbidade e a mortalidade secundárias a essas infecções nos pacientes com diabetes. Por essa razão, sugere que a vacina que protege contra a gripe (Influenza) seja realizada anualmente em todos os pacientes com diabetes com mais de seis meses de idade. Por se tratar de uma doença que se transmite de pessoa para pessoa, recomenda-se que os familiares dos diabéticos também sejam vacinados.
Streptococcus pneumoniae, ou pneumococo, é uma bactéria que causa várias doenças, algumas simples como otite e sinusite, e outras graves como pneumonia, meningite e septicemia. Existem mais de 90 tipos diferentes de pneumococos. Essa bactéria pode estar presente na mucosa nasal e na garganta dos indivíduos saudáveis. Porém, por motivo desconhecido, pode invadir o organismo, causando infecções graves.
A transmissão dessa bactéria se dá por meio de gotículas de saliva e ocorre mais nos meses de inverno e início da primavera, geralmente associada a aglomerações. Os pacientes com diabetes são considerados "de risco" para essas infecções. A vacinação promove uma redução das formas mais graves da doença em diabéticos. É sugerida uma reaplicação da vacina em pacientes com mais de 65 anos que tenham sido previamente vacinados em um período maior que cinco anos.
Resumo das recomendações de vacinação em pacientes com diabetes:

• Gripe (influenza): anualmente, para todos os diabéticos maiores que seis meses de idade;
• Pneumococo: uma vez para todos os diabéticos. Uma segunda dose deve ser oferecida para pacientes com mais de 65 anos que tenham recebido a primeira dose há cinco anos ou mais. Também pode ser útil uma segunda dose naqueles pacientes com insuficiência renal ou outras condições que cursam com comprometimento do sistema imunológico (após transplante de órgão, por exemplo).
Autor: Dr. André Fernandes Reis

Fonte:
-
 Influenza and pneumococcal immunization in diabetes. Diabetes Care 27:S111-S113, 2004.


Esta reportagem foi tirada do site http://www.portaldiabetes.com.br


Ocorreu um erro neste gadget